top of page

EAD NO ENSINO SUPERIOR: FLEXIBILIZAÇÃO, PRECARIZAÇÃO E PERDA DE AUTONOMIA DO TRABALHO DOCENTE

Daniele Cruz

RESUME:

O presente artigo tem como objetivo analisar o trabalho docente no modelo de Educação à Distância (EaD) adotado nos dias atuais no ensino superior, levando em conta suas características e objetivos e ainda considerando a inclinação do mercado e as tendências nesse sentido nacional e global. Foi utilizado como referencial teórico bibliografia referente às mudanças ocorridas nas últimas décadas no tocante ao trabalho e a educação e que mudaram definitivamente o cenário existente, em um paradigma crítico. Assim, neste momento, temos o desafio de conhecer, compreender e avaliar como se dá a atuação docente na EaD, os desafios e problemas percebidos por trabalhadores envolvidos nesse processo. A visão é de que deverá ser entendido e analisado o modelo de trabalho docente adotado pelas universidades privadas em seus cursos/disciplinas EaD e como esse processo de intensificação, exploração, precarização, com turmas com enorme número de alunos afeta o professor, com prazos e tempo controlados e sua autonomia perdida, uma vez que a proposta da EaD volta-se para objetivos estratégicos, focando o mercado, a volatilidade da informação, a necessidade de formação e qualificação urgente, colocando o ensino, a aprendizagem, e a profissão professor em uma situação extremamente vulnerável.

EaD; Professor; Flexibilização; Precarização.

Key words:

Download full text

PDF_ico.png
bottom of page